Este site usa cookies para recolher estatísticas e melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Saiba mais aqui

Visitantes: 96756



Via

LINHA DE GUIMARÃES - PK 32,187 A 32,521 - CURVA 17º - CONSTRUÇÃO DE BARRA LONGA SOLDADA

O referido troço da Linha de Guimarães apresentava um número apreciável de juntas, o que, associado ao facto desta Linha apresentar um traçado sinuoso, resultava em situações de desconforto nas circulações ferroviárias, reduzidas condições de segurança e elevados encargos com a manutenção da via.
Assim, com a finalidade de corrigir as deficiências existentes, a REFER convidou a FERGRUPO a apresentar uma proposta, tendo lhe sido, posteriormente, adjudicada a empreitada. Neste contexto, realizou-se uma intervenção ao nível da superstrutura da via que teve como objecto o melhoramento das condições de circulação, bem como uma maior longevidade das mesmas condições. Foi intervencionada uma extensão de 334mlv, onde foram realizados os seguintes trabalhos:

-Substituição da fixação existente em grampo “Guide” por “Nabla”;
-Substituição de travessas de madeira por travessas bi-bloco em juntas;
-Colocação de fechos de carril;
-Execução de soldaduras aluminotérmicas;
-Regularização de Barra Longa Soldada;
-Ataque mecânico pesado de nivelamento e alinhamento, incluindo balastragem e regularização mecânica do balastro.

O processo para a realização de barra longa soldada na Linha de Guimarães teve início em 2006 e, até à data de realização desta empreitada, já tinham sido intervencionadas as curvas 36b, 37, 45, 50 e 50b. Esta empreitada pretendeu dar continuidade a este processo, com o objectivo de minorar, significativamente, os desalinhamentos existentes nas juntas e o número de travessas dançantes. Deficiências estas que resultavam numa degradação dos carris por desgaste ondulatório.