Este site usa cookies para recolher estatísticas e melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Saiba mais aqui

Visitantes: 96317



Via

LINHA DO LESTE – Pk 199+612 a 216+116 e Pk 216+959 a 226+804. RENOVAÇÃO INTEGRAL DE VIA DA LINHA DO LESTE - TROÇO CRATO ASSUMAR.

Esta empreitada, adjudicada à FERGRUPO pela REFER, via concurso público, surgiu da necessidade de repor as condições de segurança e levantar os afrouxamentos impostos nos troços entre os Pk 199+612 a 216+116 e Pk 216+959 a 226+804, da Linha do Leste.

Neste contexto, foi previsto pelo Dono de Obra uma renovação integral de via (RIV) entre a estação do Crato e o apeadeiro de Assumar, com optimização do traçado, visando permitir a prática de um patamar de velocidade de 120km/h, para o tráfego de passageiros, na generalidade da extensão a intervir, e de 110km/h nas curvas 202 e 203, à saída da estação de Portalegre. No que diz respeito às estações de Crato, Portalegre e apeadeiro de Assumar não foi contemplada qualquer intervenção no Caderno de Encargos.
Procedeu-se à substituição de todo o armamento de via, que passou a ser constituído por travessas monobloco polivalentes e carril 54kg/m em barra longa soldada. Para o efeito, a via foi desguarnecida, entre 25 a 30cm abaixo da face inferior da travessa, e, posteriormente, guarnecida com balastro granítico novo.
A rasante do projecto sofreu também uma subida média de cerca de 30cm, praticamente em toda a extensão, com excepção de alguns troços, onde a largura da plataforma da via não era suficiente para suportar esta subida, garantindo-se assim as condições mínimas de segurança.
Com efeito, no âmbito da RIV e melhoramento das condições de circulação no referido troço, realizaram-se as seguintes actividades:
• Substituição de carril em material 54kg/m e 45 kg/m, por material 54 E1 novo, em barras de 108m;
• Substituição das travessas de madeira por travessas novas em betão monobloco polivalentes, assentes sobre o balastro granítico novo;
• Substituição de travessas especiais nos pontões metálicos existentes aos Pk201+970 e 219+714;
• Desguarnecimento mecânico, sem depuração de balastro;
• Subida da rasante da via e ripagem em planta, através de ataques mecânicos pesados com descarga e regularização de balastro;
• Estabilização dinâmica de via;
• Execução de soldaduras aluminotérmicas para constituição de barra longa soldada e a sua regularização;
• Substituição de estrados de passagem de nível, em madeira, por estrados de madeira ou borracha.